Sicredi 1
Copacol Supermercados
ACICAF
Prefeitura
Prefeitura 2

Passageira pula de carro de aplicativo em movimento para fugir de motorista suspeito de importunação sexual, diz polícia

Por Amilcar Bueno em 22/09/2021 às 19:26:38

Caso aconteceu em Curitiba, na noite de terça-feira (21). Segundo delegada que investiga o caso, vítima relatou que houve um problema na cobrança da corrida e motorista disse que passageira 'pagaria de outra forma'. Motorista foi preso em flagrante, em Curitiba.

Divulgação/PMPR

Uma passageira pulou de um carro de aplicativo em movimento e chamou a polícia após ser importunada sexualmente pelo motorista, segundo a Polícia Civil. O caso aconteceu na noite de terça-feira (21), em Curitiba.

De acordo com a delegada Emanuele Siqueira, que investiga o caso, a vítima disse que houve um problema na cobrança da corrida e, após um desentendimento, o motorista passou a mão na perna da passageira e disse que ela "pagaria de outra forma".

A mulher pulou do carro e correu pedindo por ajuda. A Polícia Militar foi acionada e prendeu o motorista em flagrante.

O caso

De acordo com a polícia, o motorista e a passageira notaram que o aplicativo tinha selecionado a cobrança errada, em dinheiro, para a corrida.

Os dois, no entanto, se desentenderam no momento de definir como seria feito o pagamento do serviço.

De acordo com a delegada, a passageira queria selecionar uma opção de pagar em uma próxima corrida, mas o motorista não aceitou.

Depois, a passageira disse que pagaria R$ 11, porque R$ 5 já tinham sido cobrados pelo aplicativo, o que também causou desentendimento entre os dois, segundo Emanuele Siqueira.

"Nisso o motorista começou a acelerar o carro, e a vítima perguntou para onde ele estava se deslocando, e ele disse que ia para a casa dele e que ela iria pagar de outra forma", afirmou a delegada.

Segundo a polícia, o motorista também passou a mão na perna da vítima.

Vítima disse que motorista falou que ela deveria pagar a corrida "de outra forma"

Reprodução

O motorista reduziu a velocidade do carro quando a passageira começou a se debater e, então, ela pulou do veículo em movimento.

A mulher encontrou uma pessoa na rua, que a ajudou a chamar a polícia.

De acordo com a delegada Emanuele Siqueira, o suspeito foi preso em flagrante e fiquei em silêncio no interrogatório policial.

"Além da importunação sexual, por ter passado a mão na pena da vítima insinuando o seu interesse sexual, ele também ameaçou ela dizendo que sabia onde ela trabalhava", afirmou.

Motorista nega

A defesa do motorista disse que o suspeito nega a importunação sexual e ameaça.

"Ele nega peremptoriamente que aconteceu desta forma. Não houve qualquer tipo de assédio ou ameaça, mas apenas um desacordo comercial sobre a cobrança da corrida", disse o advogado Rodrigo Marques Cunha.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 PR

Veja mais notícias da região em g1 Paraná
Comunicar erro
rashid

Comentários