Sicredi 1
Copacol Supermercados
ACICAF
Prefeitura
Prefeitura 2

Tênis de mesa brasileiro vai às quartas por equipes e reforça boa fase

Por Amilcar Bueno em 01/08/2021 às 15:01:36

A Olimpíada de Tóquio (Japão) tem confirmado o que os resultados que antecederam o evento vinham indicando: é a melhor fase do tênis de mesa do Brasil na história. Após dois mesatenistas chegarem simultaneamente às oitavas de final do torneio individual entre os homens e um deles, Hugo Calderano, alcançar às quartas, todos feitos inéditos, a seleção masculina se classificou neste domingo (1º) às quartas da disputa por equipes, também pela primeira vez.

Sexta melhor seleção do mundo entre os homens pelo ranking da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF), o Brasil superou a Sérvia (42ª) por três vitórias a duas, na melhor de cinco partidas. Nas quartas de final, os brasileiros terão pela frente a Coreia do Sul, algoz nos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016. O duelo contra a equipe asiática, a quarta do mundo, será nesta segunda-feira (2), às 2h30 (horário de Brasília).

No feminino, também neste domingo, o time nacional foi superado por Hong Kong, favorito a medalha, por três vitórias a uma. As brasileiras estão no 25º lugar no ranking de equipes da ITTF. As rivais aparecem em quinto.

Vale lembrar que, entre os homens, o Brasil tem, atualmente, cinco mesatenistas entre os 100 melhores do mundo, sendo que Calderano figura no top-10, em sétimo. No feminino, Bruna Takahashi se tornou a primeira atleta do país a aparecer entre as 50 mais bem colocadas do ranking da ITF, posto que mantém desde 2019.

Vitória sofrida contra a Sérvia

Apesar do favoritismo diante dos sérvios, o time brasileiro teve de mostrar tranquilidade para lidar com as provocações dos europeus. Nas duplas, Zsolt Peto (153º do mundo) e Marko Jevtovic (218º) levaram a melhor sobre Gustavo Tsuboi (36º) e Vitor Ishiy (59º) por 3 sets a 1 (7/11, 9/11, 11/8 e 8/11). Depois, Calderano sofreu, mas derrotou Dimitrije Levajac (387º) por 3 a 2 (11/8, 11/13, 11/5, 10/12 e 11/5), empatando o duelo.

No jogo seguinte, Jevtovic surpreendeu Tsuboi, vencendo por 3 a 2 (8/11, 8/11, 11/8, 11/6 e 13/15), recolocando a Sérvia na frente. Calderano igualou novamente o duelo ao superar Peto por 3 a 2 (11/9, 11/4, 9/11, 9/11 e 11/8). A classificação brasileira dependeria de Ishiy, estreante em Olimpíadas, que não decepcionou: atropelou Levajac por 3 sets a 0 (11/6, 11/6 e 14/12) e garantiu o Brasil nas quartas.

"Muito feliz de fazer parte dessa equipe e chegar nas quartas. Não dava nem para imaginar fazer uma estreia assim. Sinto-me bem de contribuir para a equipe dessa forma. Sabia que seria duro, tanto para o Gustavo quanto para o Hugo, depois de terem jogado o individual é difícil voltar 100%", comemorou Ishiy, em depoimento à Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM).

Seleção feminina cai nas oitavas

A seleção feminina não teve a mesma sorte contra Hong Kong. Nas duplas, Caroline Kumahara (144ª do ranking da ITTF) e Jéssica Yamada (142ª) não resistiram a Soo Wei Yam Minnie (28ª) e Lee Ho Ching (45ª), que venceram por 3 sets a 0 (9/11, 8/11 e 9/11). No jogo seguinte, Bruna Takahashi (48ª do mundo e número um do Brasil) foi superada por Doo Hoi Ken (15ª), também por 3 a 0 (3/11, 12/14 e 7/11).

As brasileiras esboçaram reação na terceira partida, com Caroline surpreendendo Ho Ching, quase cem posições mais bem colocada no ranking mundial, por 3 sets a 2 (11/8, 11/9, 5/11, 9/11 e 11/6). Jéssica teria que repetir o feito contra Hoi Ken, mas não teve chances contra a melhor mesatenista de Hong Kong. A vitória da asiática por 3 a 1 (5/11, 11/9, 5/11 e 10/12) decidiu o confronto das oitavas de final.

"Foi um jogo muito bom das meninas, os quatro jogos com concentração muito boa. As jogadoras de Hong Kong são superiores, mas o jogo mais agressivo que o normal das nossas meninas fez com que as partidas fossem mais duras. Para mim, foi um dos melhores jogos de equipes que já fizemos", avaliou Hugo Hoyama, técnico da seleção feminina do Brasil.

Fonte: Divulgação

Tags:   Esportes
Comunicar erro
rashid

Comentários